segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Vida de Groupie

.
Então que nesse período pós show do Paul e pré shows do U2, da Shakira, do Rock in Rio e de outros shows que vêm por aí, acredito que os instintos groupie de muita gente estão mais ativos do que nunca. né?

Os meus, pelo menos, estão, e qualquer notinha em uma revista, qualquer mençãozinha na tv, qualquer coisa que aparece na mídia de um dos meus artistas preferidos já me empolga, haha. Nunca fui super mega fã de ninguém, de entrar em fã clube, mas acho muito curiosa e engraçada essa relação dos fãs com seus ídolos.

Loogo, como trazer meu estado groupie atual para um post legal aqui no Clueless? Pensei então em falar sobre alguns filmes que mostram fãs enlouquecidos por seus ídolos, e mostram como a vida de fã pode ser legal - ou pode ser ingrata.

Veja abaixo então o meu top 5 de filmes sobre groupies:



Filme de 1978, estilo sessão da tarde, um pouco desconhecido, mas muuuuuito bom! Rende boas risadas e alguma vontade de gritar junto com as meninas se você também for fã dos Beatles, hahaha. Dá pra assistir neste link ;)


Bem parecido com o "Febre de Juventude", "Detroit Rock City" também é ótimo pra dar umas risadas e passar uma tarde tediosa assistindo e tomando um toddynho, haha. Aliás, dá pra assistir online numa versão diretamente do Cinema em Casa, vem gente!! :D


Porque nem todo filme sobre fãs tem que ser sobre uma banda de rock também, né? Quer exemplo melhor de fã do que a Julie Powell, de Julie & Julia? Exemplo de como dar um up na vida também ;)


Sim, aparentemente eu decidi falar de todos os clássicos da sessão da tarde no mesmo post! Hahaha, Um Encontro com Seu Ídolo é aquele filme beeeeeem água com açúcar, mas bonitinho, e com um elenco que conta com Kate Bosworth, Topher Grace e o lindo do marido da Fergie, o Josh Duhamel. Vale a pena, uma das cenas finais, a dos "6 sorrisos", é a coisa mais fofa.

 O melhor de todos. Eu sou groupie do filme, e poderia elogiá-lo aqui pra sempre. Mas, vou me contentar em dizer que é um dos melhores filmes do mundo e o link para quem quiser assistir e confirmar a minha afirmação é esse. De nada ;)


Há ainda outros filmes que falam sobre a relação fãs e ídolos. Provavelmente eu estou esquecendo alguns, mas faço questão de lembrar de SOS do Amor, com a divertida Amanda Bynes, cuja personagem é apaixonada por um cantor (e consegue ficar sozinha numa ilha deserta com ele), e Nick & Norah's Infinite Playlist, com Michael Cera e Kat Dennings, em que os dois são fãs de uma banda e a seguem por NY inteira. Ambos são fofos e, para manter a tradição desse post, caberiam perfeitamente numa sessão da tarde.


Bom, depois desse monte de exemplos de groupies no cinema, só me resta agora aflorar o meu lado groupie para encarar a correria por ingressos nos próximos dias/mese. Mas cá entre nós, ao ver aquela banda ou aquele artista que a gente gosta lá, cantando nossas músicas preferidas, dá um sentimento delicioso, né? Todo a vida bandida de um fã é instantaneamente recompensada :)

2 comentários:

  1. Fê, sério, seu blog é um dos mais bem escritos que já vi, além de lindo, e com as melhores pautas que eu já vi. Só dá orgulho, juro!

    Esse post é um exemplo disso, viu? Adorei, e já vi tudo, assino embaixo. Meu sonho é virar groupie! :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ahh, brigada, Isa! Sério, vindo de você, que tem um blog tãaaao super bem escrito, é um elogio muito grande pra mim! Hahah, e é isso aí, se o jornalismo não der certo, a gente vira groupie, que deve ser bem mais legal! ;D

    ResponderExcluir