quarta-feira, 23 de março de 2011

Adele e sua fossa

..
Então que, de uma hora pra outra, todo mundo começou a falar da Adele. Pois é, apesar de o meu querido amigo e colaborador musical deste blog, @lepop, já me falar dela desde 2008, apesar de ela já ter ganhado dois Grammys, já ter discos de platina na Inglaterra, já ter participado do Saturday Night Live, ter saído na Rolling Stone e ter sido a primeira artista a ter uma canção e um disco ao mesmo tempo no número 1 das paradas britânicas depois dos Beatles, o Brasil parece que só se deu conta da existência da pessoa agora, neste mês.

Mas né, antes tarde do que nunca! Além da voz humilhante, acho que um dos grandes motivos pelo qual Adele faz sucesso são suas letras. Ela fala muito do ex-namorado, mas numa fossa legal. Quer dizer, ela não se culpa pelo fim do relacionamento, não implora pra ele voltar, não chora pelo amor perdido. Ela canta às vezes uma tristeza bonita, às vezes a superação, a volta por cima, com um tom de raivinha, de vingança, que dá o tempero certo na música. E isso tudo com 19 anos no primeiro cd e 21 no mais recente! Tem como não amar?

Se você ainda não conhece e quer sentir do que eu estou falando, ouça AGORA Melt My Heart to Stone, Right as Rain, Take It All, Don't You Remember, Cold Shoulder:


Mas ó, Adele não está sozinha neste mundo quando se fala em música de fossa ou em música acabando com os ex da vida. Algumas outras cantoras que fazem muito sucesso hoje tiveram uma trajetória bem parecida com a dela: começaram bem jovens e fizeram fama com letras nesse estilo. Veja de quem eu estou falando:


Joss Stone: Joss começou a fazer sucesso aos 17 anos, e lembro que todo mundo falava dela como "a loirinha com voz de negona". Alguns anos e muitas cores de cabelo depois, ela conquistou um nome bem respeitado no meio musical, com letras ótimas cantadas num soul tão delicioso que nem fica pesado. Ótimo pra ouvir no carro, numa tarde tediosa, antes de dormir, enfim, sempre!!

Exemplos de Joss Stone: Girlfriend on Demand, Security, Victim of a Foolish Heart



Alicia Keys: Sim, porque antes de cantar "In New Yooooork" com o Jay Z, lá estava Alicia, aos 19, 20 anos também, começando a carreira com baladinhas levemente fossa, chegando até onde está hoje, com ajuda deste pequeno vozeirão, lógico.

Exemplos de Alicia Keys: Lesson Learned (com aquele lindo do John Mayer <3), Karma, Try Sleeping With a Bronken Heart



Lily Allen: se você tá procurando uma música pra escrachar com seu ex, achou a cantora perfeita. Lily Allen tem uma voz fininha, bem menininha, mas não tem dó nem piedade quando é pra falar mal deles! Aliás, nem pudor. Se o cara não a deixar satisfeita na cama ou fazer com a trair com a vizinha, cuidado! Ela pode fazer uma música sobre isso e ganhar fama no mundo todo :)

Exemplos de Lilly Allen: Smile, Not Fair, Not Big



Alanis Morissete: Alanis não só consegue fazer a fossa parecer uma coisa engrandecedora como também  consegue fazer a mulher parecer muito superior ao homem tosco da história. E foi com esse tipo de música que ela começou a carreira e ganhou a reputação que tem até hoje, mesmo agora que suas músicas não tem mais esse odiozinho no coração - e talvez por isso nem façam mais tanto sucesso

Exemplos de Alanis: All I Really Want, You Ougtha Know, Right Through You


Um amigo meu me disse um dia que tava querendo se apaixonar, tava disposto até a entrar numa fossa se fosse o caso. Eu disse pra ele que fossa só era legal de viver quando se é um poeta/compositor e dá pra conseguir algum lucro com isso. Mas, vai que um desses caras errados pelos quais a gente esbarra na vida desperta na gente todo um talento pra escrever músicas e ficar famosa, né? Pense bem, uma música assim é o melhor que eu, você, a Adele e todas as mulheres do mundo temos a oferecer aos trastes por aí ;P

Um comentário:

  1. Adoro todas essas cantoras, mas infelizmente elas sempre alfinetam alguém que pode não ter uma voz tão bonita e forte como a delas ou tem um estilo diferente, o que não quer dizer que são ruins, apenas diferentes...
    =1

    ResponderExcluir