segunda-feira, 25 de abril de 2011

Kate Middleton, conheça sua nova família

.
Ser apresentada à família do namorado é um momento tenso até pra classe média sofredora deste humilde país. Imagina, então, como deve ser para uma plebéia de origem conhecer a família do namorado literalmente príncipe? Pensando no drama de deve estar passando a pobre (futura rhyca) Kate Middleton, fiz esse post pra tentar ajudá-la, hahahaha.

Tudo bem que Kate já conseguiu o mais difícil, que é ficar noiva de um dos caras mais cobiçados do mundo. Mas, fora os preparativos do casamento, ela deve ter passado esse tempo todo de namoro super preocupada em acertar os looks dos eventos, os títulos dos nobres da corte, as regras de etiqueta e a história da família real britânica, o que me parece meio muito chato, né.

Porém, para sorte dela, há um instrumento que super pode tornar esse "aprendizado" uma coisa mais divertida: o cinema. Uma família tão famosa como essa já foi tema de tantos bons filmes que dá pra ver não só fatos históricos, como também vários podres dessa galere nas telonas! Aí ficou fácil, hein Kate? Pra te ajudar maais ainda, olha a árvore genealógica da sua futura família, com os integrantes cuja vida já virou filme marcados com estrelinhas:



Imagina você poder falar que existem (ótimos) filmes sobre a sua avó, seu bisavô e sua tataravó por aí. Príncipe Willam pode! O drama do bisavô dele, inclusive, acaba de dar um Oscar de Melhor Ator pro Colin Firth. Em O Discurso do Rei, o foco é para as dificuldades de George VI, que era gago, tinha problemas pra falar em público, mas teve que assumir o trono às vésperas da 1ª Guerra depois que seu pai, George V, morreu, e seu irmão mais velho, Edward VIII, renunciou ao cargo. Tenso, porém lindo.

No filme, já aparecem suas duas filhas, Margaret e Elizabeth, ainda crianças. Mas, depois de crescidinhas, elas também terão seus espaços no cinema. Elizabeth II é interpretada por Helen Mirren (que também ganhou Oscar pelo papel) em A Rainha, que mostra a situação do país (e da própria rainha) após a morte da Princesa Diana. Margaret, por sua vez, deve ser a protagonista de um filme logo, logo. Ela será interpretada por Dakota Fanning (sim, por isso a fotinho dela ali em cima. e você pensando que eu tinha feito a montagem errada, tsc tsc) em Girls Night Out, que conta a história do dia em que foi declarado o fim da 2ª Guerra Mundial, e as duas irmãs, já adolescentes, tiveram permissão para sair do Palácio de Buckinham para participar das comemorações.

Falando em gente jovem, outra rainha teve seus dias de juventude retratados no cinema: A Jovem Rainha Victoria. Interpretada por Emily Blunt, ela se vira pra lidar com seu "emprego" de rainha, a pressão da corte em todas as suas atitudes e seu romance com o Príncipe Albert. Pois é, tá pensando que família real é bagunça? ;)

E toda família tem aqueles parentes distantes que a gente nunca viu mais gordos, ou aquela pessoa icônica que morreu há décadas, mas é sempre lembrada nas conversas, né? Neste ponto, a família real britânica é bem "gente como a gente":


As famílias nobres têm tantos títulos espalhados por aí, que eu acredito que os duques, duquesas, marqueses, marquesas e afins têm que se destacar muito para, de fato, aparecerem na sociedade. E foi bem isso que Georgiana Cavendish (Keira Knightley), de A Duquesa, fez. A mulher definitivamente deu baphão, no bom e no mau sentido. Ela lutou pelo direito de voto das mulheres, mas ficou famosa mesmo por ter sido uma super socialite, famosa por sua beleza, estilo e gosto por jogos de azar. Era casada, mas tanto cometia como sofria adultério do marido. A amante dele, aliás, era a melhor amiga dela, que fez o papel de cupido na história (taí uma ótima fofoca pra Kate e Camila Parker Bowles discutirem no chá da tarde, hein. Quem nunca curtiu falar mal de alguma ovelha negra da família, que atire a primeia pedra). Além disso, há rumores que ela vendia beijos em troca de votos na época (!). Quer dizer, causou no século 18, haha. Georgiana era da mesma linhagem familiar que a princesa Diana. Tudo bem que elas não chegaram a conviver, mas imagina ter uma tia doida dessas, quem não queria? ;P

Mas baphão mesmo foi a história do Rei Henrique VIII. Além de ter simplesmente dado um "Bitch, please!" pra igreja católica e fundado sua própria igreja, seus rolos amorosos viraram filme (A Outra) e série (The Tudors)! Só tem um porém, me veio a ideia agora do awkward moment que seria Kate e Will fazendo uma maratona da série no palácio e ele perceber que ela está suspirando por Henry Cavill (que faz o Duque de Suffolk no seriado). Ou ela perceber que ele está secando a Scarlett Johansson ou Natalie Portman (ela que faz a Ana Bolena, como bem me corrigiram nos comentários :), o que seria ainda pior, porque teoricamente elas estão lá representando membros da família, né…


Mas enfim, como não somos nem Kate, nem William, acho que é legal considerar assistir todas essas produções, que geram entretenimento e educação ao mesmo tempo (Ross Geller baixou em mim nesta frase). E né, vamos cair na realidade. Já que provavelmente nossos convites pro casamento não vão chegar a tempo e o evento do Facebook já tá, assim, uma coisa muito mainstream, acho que já dá pra considerar que passar o dia 29 forever alone em casa, vendo filmes, é o melhor que se tem a fazer ;)

3 comentários:

  1. Hahaha Adoreei o post!!! Só tem uma ressalva, que a Ana Bolena foi interpretado pela Natalie Portman. A Scarlet era a irmã dela, acho que o nome é Maria...

    ResponderExcluir
  2. E fico pensando o quão esquisito deve ser partde uma família que já teve grande parte de seus membros transformados em filmes pra cinema. O que será que eles pensam quando o assistem o filme? Será que vira tipo uma piada interna?

    P.S.: e que isso! Pode pegar o meme sim. Até porque peguei do blog de alguém sem ser convidada também HAHAHA :P

    ResponderExcluir
  3. ADOREI o post!! arrasou na pesquisa e no photoshop! queria ter paciência assim pra fazer montagens! :P

    ResponderExcluir