sexta-feira, 15 de julho de 2011

O que fazer quando Harry Potter acabar?

..
Sim, tá difícil. Muito. Mas chegou a hora de aceitar que a saga Harry Potter está chegando ao fim. E aí, como preencher o tempo que anteriormente a gente usava pra assistir os filmes, ler os livros, vendo mil entrevistas com os atores e se envolvendo com mais um monte de besteira relacionado à série?

Para falar, a verdade, ainda estou tentando descobrir. O vazio existencial pós-HP ainda está dominando aqui, mas com o tempo a gente vai se acostumando. Por hora, enquanto a presença de Harry e seus amigos ainda se faz bem forte, veja 5 coisas para fazer depois do fim da série:

• Outros filmes com os atores principais

Claro que vai ser estranho, claro que tem enormes chances de eles ficarem com o estigma do personagem pro resto da vida. Mas, é bom saber que a gente não precisa necessariamente parar de ver a cara de Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint no cinema. Parece que os três vão seguir na carreira, então já dá pra esperar futuros trabalhos por aí.

Daniel já estrelou alguns filmes que podem ser encontrados em DVD, como Um Verão Para Toda Vida e Meu Filho Jack [que conta também com Kim Catrall (Sex and the City) e Carey Mulligan (Educação) no elenco]. Para estrear, ele ainda tem os filmes The Journey is the Destination e o suspense The Woman in Black. Dan também curte fazer teatro. Já atuou na peça Equus (aquela famosa em que ele ficava pelado) e na Brodway, com a peça How To Succeed in Business Without Really Trying. Então, se você estiver na Inglaterra ou Estados Unidos, grandes são as chances de você poder vê-lo no palco :)


Rupert já esteve em outros filmes também, como Lições de Vida e CherryBomb. O último trabalho dele além de Harry Potter foi Matador em Perigo, uma comédia/ação com Emily Blunt (O Diabo Veste Prada).


Os looks de Emma Watson nos Red Carpets certamente vão deixar saudades, mas por pouco tempo, haha. Ela já participou do filme Dançando para a Vida (em DVD) e tem outros dois filmes para serem lançados: As Vantagens de Ser Invisível, baseado no livro de mesmo nome, e Uma Semana com Marilyn, sobre um período que Marilyn Monroe passou em filmagens na Inglaterra.



• Os livros preferidos de Daniel Radcliffe

Isso é bem coisa de fã mesmo, saber os livros preferidos do ator, o sabor de sorvete preferido, o nome do cachorro, essas baboseiras todas, haha. Mas né, já que J. K. Rowling não tem nada mais para nos oferecer neste momento, é sempre bom ter outras opções de leitura. Daniel falou ao site You Are What You Read sobre os livros que mais influenciaram sua vida. São eles:


O Velho e o Mar, Ernest Hemingway
"Eu acho que 'O Velho e o Mar' foi provavelmente o primeiro livro de um autor clássico que eu li, e foi então que eu percebi que as coisas eram 'clássicas' por um motivo".

Germinal, Émile Zola
"Germinal foi o primeiro romance mais longo e mais 'europeu' que eu li, e eu lembro de ter lido em tipo cinco dias. É um livro grande, e eu sou um leitor lento, mas eu praticamente não fiz mais nada a não ser lê-lo nesses dias".

Medo e Delírio em Las Vegas, Hunther S. Thompson
"Ganhei este livro de um amigo no meu aniversário de 15 anos, e eu simplesmente achei que era a coisa mais divertida que eu já tinha lido, e era fantástico, e capturava a época brilhantemente".

O Mestre e a Margarida, Mikhail Bulgakov
"'O Mestre e a Margarida' é o meu livro favorito de todos os tempos no mundo todo. Para mim, é o melhor exemplo de exploração da imaginação humana, e é sobre perdão, e vida, e história, e é o livro mais incrível que eu já li; eu li uma vez e depois li quase que imediatamente de novo".

Harry Potter e a Pedra Filosofal, J. K. Rowling
"Eu acho que, se estamos falando sobre os cinco livros que mais influenciaram a minha vida, seria muito indelicado da minha parte não citar 'Harry Potter e a Pedra Filosofal', por ter me dado tudo que eu tenho e tudo que eu vou ter".


• Moda HP

Além dos lindos looks que Emma Watson desfila por aí, a gente também pode usar os próprios elementos do filme como inspiração pra se vestir.

O que não falta por aí são camisetas com a temática dos livros, e aí é só escolher aquela que combina melhor com o clássico cachecol da Grifinória e ostentar seu amor pela série nas roupas, haha :)

Meu top 5 de estampas preferidas:







• Ouvir bandas inspiradas em Harry Potter


É sério, eu não sei se dou risada , se aplaudo, se acho a coisa mais geek do mundo todo. Porque ao mesmo tempo que é hilário e bizarro, tem um quê de genial. Existem algumas pessoas neste planeta que, muito inspiradas e tomadas de amor pelo mundo de nosso bruxo favorito, resolveram formar bandas com nomes que remetem à Harry Potter e seus amigos. E mais: as músicas são todas baseadas nas histórias, nos livros. Demais, hahahaha.

A principal delas, minha favorita é a - pausa para o nome sensacional - HARRY AND THE POTTERS. É muito amor ou não é? Um exemplo musical desta banda(o) de nerds: Save Ginny Weasley


As outras músicas do Harry and the Potters também são super icônicas. Destaque para Voldemort Can't Stop the Rock e I'm a Wizard.

Outras bandas inspiradas por Harry Potter:

The Remus Lupins

Draco and the Malfoys

Ministry of Magic
Exemplos de músicas: Accio Love, Snape vs Snape (MUITO BOA!), I heart Weasleys

Trollagem do bem e da melhor qualidade, hahaha ;D

• Mergulhar ainda mais no universo de Harry Potter

Quem eu estou tentando enganar, né? Todas as dicas aqui não são pra se distanciar de HP, são pra tentar matar a saudade que a história vai deixar. Então, já que a gente está no fundo do poço, vamos abraçar a Samara de uma vez por todas e aproveitar tudo o que o fanatismo pela criação de J. K. Rowling nos deixou de herança ao longo dos anos :)

Há vários lugares nos quais é possível ir e lembrar da saga. Na Inglaterra, as locações em Oxford, usadas para filmagens do 1º filme (a cena da aula de como voar na vassoura, por exemplo), estão abertas para visitação do público. Os estúdios em Londres, em que eram gravadas cenas de Hogwarts, por exemplo, estarão abertos para visitas no ano que vem (mais informações aqui). Nos Estados Unidos, o parque de Harry Potter em Orlando já funciona desde junho do ano passado, onde você pode andar pelas ruas do Beco Diagonal e tomar uma cerveja amanteigada com feijoezinhos de todos os sabores #sonho. Você pode até ir pra Israel visitar o túmulo de Harry Potter - não o nosso Harry, um Harry que morreu em 1939 e agora não pode descansar em paz pois seu túmulo virou atração turística, haha. Isso sem falar que sempre tem uma exposição com as roupas e artefatos usados nos filmes rolando por aqui, com sorte em algum shopping perto de você :)

Tambémnão faltam documentários e livros que falam sobre o fenômeno Harry Potter na última década. Destaque para J.K. Rowling - A Year in the Life, que mostra a vida dela quando estava finalizando seu trabalho com a série. Também tem o Harry Potter: Na Estrada, com os bastidores das filmagens de "Harry Potter e as Relíquias da Morte". O livro "Harry Potter e Seus Fãs" parece ser bem interessante também, com a narrativa de uma fã que fala sobre como o fenômeno dos livros afetou a ela e a todo o mundo.

E claro que, se bater vontade de ver os atores assim, agora, sem ter que assistir os filmes ou procurar os documentários, Youtube tá sempre aí pra ajudar. Entrevistas são o que não faltam pra a gente se entreter. E né, não dá pra perder a chance de ver Daniel, Emma, Rupert e Tom Felton tentando fazer um sotaque americano e trollando Twilight


;)

PS: quem puder, por favor, me deixe feliz lendo minha resenha sobre o último filme - e veja o meu esforço pra tentar ser o mais profissional e menos fã enlouquecida possível!


Um comentário:

  1. Muito perfeito seu blog! Cara, você é eu! Só que mais legal e descolada. Gosta de rock, de HP, de tudo que é bom!
    Essa matéria ficou demais, parabéns xD

    ResponderExcluir