segunda-feira, 15 de agosto de 2011

You Were Cute

.
Existem várias coisas que eu gostaria que fossem importadas para o Brasil. Os macarrons genuínos de Paris (porque os do McCafé são de doer - lietralmente), as premiações e séries passando ao vivo na TV em HD, para que enfim eu pudesse me livrar dos streamings da depressão, os livros, revistas e dvds por preço de banana. Mas, acho que uma das coisas gringas que eu mais gostaria de ver como seria desenvolvida aqui é o You Were Cute.

O You Were Cute é um dos sites mais fofos e, ao mesmo tempo, mais funcionais dos últimos tempos. A ideia é assim: sabe quando você vê aquele cara lindo no metrô, ou um outro bonitinho andando na rua, ou quando cruza com alguém que lhe chama atenção numa loja? E sabe quando você acha que super gostaria de ter conversado com a pessoa, ou que, dependendo do seu nível de romantismo platônico, acredita que acabou de encontrar sua alma gêmea, que infelizmente desceu uma estação antes de você? Pois é, com o You Were Cute seus problemas acabaram.

O site propõe que as pessoas acessem, apontem onde viram a pessoa fofa do dia (num mapa de Nova York) e falem um pouco sobre ela, e talvez até deixem o contato caso a pessoa leia, se reconheça e se interesse. E o negócio é super democrático - tem até uma legenda em que você pode marcar se você é mulher e se interessa por homens, se é homem e se interessa por mulheres, se é homem e se interessa por homens ou se é mulher e se interessa por mulheres :)

(clique para ampliar)

Tudo bem que a coisa toda é meio utópica e ainda distante de ser amplamente utilizada, mesmo pelos new yorkers. Mas né, não seria legal ter um negócio desses em versão nacional? :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário