quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Os festivais de música no cinema

.
Então aí está você, toda(o) trabalhada(o) na melancolia porque não deu pra ir no Rock in Rio. Ou não, vai ver você só está tendo alguns picos de vontade de ter ido, mas nada demais. Talvez nem isso, talvez você esteja dando graças a Deus por estar em casa e poder assistir aos shows debaixo do cobertor, sem ter que encarar os perrengues desse tipo de evento. Seja como for, o post de hoje vai servir pra das duas uma: ou seu desejo de ir pra um grande festival de música vai aumentar muito ou, se ele já foi grande, chances existem de você entrar numa séria depressão/frustração #danger.

Eu costumo dizer que a cultura pop tem um ingrediente fundamental e essencial em todos os seus "produtos': o escapismo. Mas, nesse caso, dá pra a gente avaliar de uma outra perspectiva. Os filmes a seguir, no nosso contexto atual em que RiR domina todos os veículos, não servem como uma válvula de escape da realidade. Servem como uma maneira de a gente mergulhar ainda mais nesse mundo mágico dos festivais, mesmo sabendo que ele não nos pertence. É algo tipo ficar triste por estar gorda e ir pra cozinha fazer uma panela de brigadeiro pra se consolar.

Enfim, pra quem já foi ou morre de vontade de ir, tem alguns filmes que falam sobre festivais e shows de música de um jeito absolutamente irresistível - aos olhos e aos ouvidos. Me lembrei de quatro deles. Olha só:

Festival Express


Mais um documentário do que um filme, Festival Express era o nome do trem que transportou graandes astros da música nos anos 60 durante uma turnê pelo Canadá. É muito bom por vários motivos. Primeiro, como não se interessar pelos bastidores de uma louca Janis Joplin em serviço? Segundo, se você acha que confusão na hora da entrada, gente muito louca e multidão pra ver artista internacional são coisas atuais (ou coisa que só acontece no Brasil), surpresas te aguardam. E terceiro,como não amar essa coisa linda que foram os anos 1960, né?

Mas ó, melhor parte: dá pra assistir o filme todinho online, no youtube. Tá bom ou quer mais?


A Mighty Wind


Se você, de acordo com a diva - só que ao contrário - Claudinha Leitte, não é Hitler e não é um roqueiro preconceituoso, não vai achar um abuso eu falar de um filme sobre música e sobre shows, mas definitivamente não sobre rock. A Mighty Wind conta a história dos integrantes de uma banda que, 20 anos após o auge do sucesso, concordam e fazer um show de reunião. É fofo, é bonito, é divertido. E né, quem nunca se iludiu que uma banda querida já separada voltasse a fazer boa música como nos velhos tempos (Noel e Liam Gallagher, se um dia vocês pararem de brigar, aceito o Oasis de volta como se nada tivesse acontecido, viu)?


This is Spinal Tap


Dizem que This Is Spinal Tap é o filme de rock mais divertido ever. Não sei se procede, mas pela sinopse já dá pra ter uma ideia de que a coisa promete: em 1982, a banda (fictícia) de heavy metal Spinal Tap faz uma turnê pelos Estados Unidos, acompanhada por um fã que está fazendo um documentário sobre ela. Não é preciso muito tempo pra imaginar que essa junção de metal dos anos 80 + gravações estilo documentário + fã vai resultar numa coisa muito trash e muito amor, né?


Aconteceu em Woodstock


Que Woodstock é o festival mais icônico e famoso de todos os tempos, todo mundo sabe. Mas você sabe como se deu a ideia pra fazer o festival, como conseguiram o lugar, como montaram a estrutura, e como foi o caos que se instalou naqueles três dias? Em Aconteceu em Woodstock, o destaque não são exatamente os shows, mas o festival em si - e as pessoas que foram, e as dorgas, e tudo isso que a gente sabe que rolava, mas não tinha visto de uma forma tão legal ainda. E destaque também para os ótimos personagens, com bônus de ter dois atores conhecidos em papéis quase irreconhecíveis (dica: um já fez Glee e outra fez Harry Potter ;).

Deixe de alguns outros filmes relevantes e de acordo com o tema aqui porque não quero ser mala, mas não posso deixar de mencionar Quase Famosos, Febre de Juventude e Detroit Rock City como ótimos, ÓTIMOS exemplos de filmes pra quem ama música, shows e festivais.

E desculpa se eu fiz sua vontade de ir a um deles aumentar. Também tô sofrendo com esse escapismo ao contrário :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário