quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Batalha das Brancas de Neve

.
No fim, parace que toda aquela possível falta de criatividade e sobra de repetitividade na cultura pop está rendendo bons frutos. Porque vocês estão sabendo né, pro ano que vem teremos não só um, mas dois filmes com a Branca de Neve como protagonista.

Mas se você já tá pensando "meu Deus, se tiver overdose do tema e da imagem da princesa como teve overdose de Alice no País das Maravilhas em 2010, quem poderá nos defender?", não se preocupe. Os dois filmes são muito diferentes. Muito mesmo. O que significa que vai ter bom entretenimento para todos os gostos e críticas pipocando para todos os lados.

E o fato de os dois filmes seguirem vertentes opostas não me impede de fazer aquela comparação básica entre eles. E aí, no final da batalha, qual será o filme vencedor?

A trama



Snow White and the Huntsman tem um ar bem sombrio. Tanto que a princesa nem é mais tão nobre assim. A coitada teve que virar guerreira pra defender seu reino das garras da rainha má. Já em Mirror Mirror o foco é no humor. A história aparentemente se assemelha mais à original, e os personagens, juntamente com elementos do cenário, dão o toque bizarro e inesperado da coisa.

Ponto para: Mirror Mirror, porque acho o enfoque mais leve bem mais original. Snow White and the Huntsman me passou uma vibe meio Crônicas de Narnia, e vamos relembrar que Nárnia já tem três filmes..posso estar sendo precipitada, mas não sei se me sinto muito empolgada pra assistir mais um "inspired".


A rainha má


Acho que a rainha má feita por Julia Roberts tem tudo pra ser uma personagem fantástica, aquele tipo de gente que a gente sabe que é louca, alucicrazy total, mas ainda assim tem um apego - tipo a Courtney Love, hahaha. Mas, se é para falar sério e medir em termos de maldade, não tem nem o que dizer. Olhe nos olhos da rainha má de Charlize Theron e pronto, seu coração já foi petrificado. Ser linda e loira e passar medo só pelo trailer é um feito para poucas.

Ponto para: Snow White and the Huntsman. Parabéns à Charlize Theron, que com seu talento conseguiu ficar mais medonha do que seu make em Monster.


A Branca de Neve


Vou tentar deixar minha birra com Kristen Stewart um pouco de lado pra dizer só uma coisa: o filme tem Snow White no nome, mas repare, quantas vezes a dita cuja falou ou mesmo apareceu no trailer? Pouquíssimas né? O que já dá a entender que a rainha má vai roubar a cena total. A Branca de Neve feita por Lily Collins assume uma postura bem diferente; é alegre, colorida e parece ter bem mais participação na história - afinal, ela é a protagonista :S.

Ponto para: Lily Collins em Mirror Mirror, com uma ressalva: no próximo filme, por favor, Lily, faça as sobrancelhas. É um apelo, sérião.



O príncipe



Questão difícil, muito difícil. Em Snow White, temos Chris Hemsworth (o Thor) fazendo cara de mau e lutando contra o inimigo. Em Mirror Mirror, temos Armie Hammer (os irmãos Winklevoss em A Rede Social) fazendo um príncipe meio bobão, que chega ao ponto de ser enfeitiçado e imitar um cachorrinho. Um é sério, o outro é cômico e ambos são extremamente boys magia.

Ponto para: Armie Harmer em Mirror Mirror. Porque como diz Marylin Monroe, se um homem consegue fazer uma mulher rir, ele consegue que ela faça qualquer coisa. (Na realidade, isso não funciona tão literalmente, mas imagine a sua realidade + Armie Hammer...faz mais sentido, sim ou claro?)


O figurino



Em Snow White, o destaque positivo vai para os penteados, e só. O figurino todo em tons escuros não empolga muito. Já no filme rival, a situação é completamente diferente. Os vestidos da rainha má são incríveis, absurdamente bem elaborados e divertidos. Branca de Neve tem roupas menos suntuosas, mas ainda assim, bem melhores que as armaduras de sua concorrente em Snow White and the Hutsman. Até o príncipe tem seu toque fashion, com orelhinhas de coelho no chapéu.

Ponto para: Mirror Mirror, disparado. A figurinista disse que sua ideia era passar a impressão, para os personagens em geral, de "Eu sou uma pessoa deliciosamente louca". Acho que ela conseguiu.


Efeitos especiais, fotografia e outros detalhes técnicos


Mirror Mirror certamente tem uma fotografia que me agrada mais, por ser mais viva, mais vibrante, ter cores mais reais em relação ao tom cinzento e lavado de Snow White and the Huntsman. Mas, há de se reconhecer que, em termos de efeitos especiais, o mérito é todo deste. Porque criar todo um exército do mal em computadores definitivamente não deve ser nada fácil, e esse clima de névoa que acompanha a trama toda também foi muito bem desenvolvido pela direção de arte.

Ponto para: Snow White and the Huntsman. Porque os efeitos especiais fizeram a 2ª Floresta Proibida mais temida do cinema (a primeira, claro, é a de Hogwarts).


Resultado final: por 4 pontos a 2, o vencedor, na minha humilde opinião, é Mirror Mirror. Mas né, de que vale essa batalha se no final eu sei que vou assistir os dois de qualquer jeito?
E você, já tem um veredicto? ;)

2 comentários:

  1. Ainda assim, é muito muito difícil achar as Brancas mais bonitas do que ar rainhas... achei meio fail, diante de rainhas tão poderosas...

    ResponderExcluir
  2. As duas atrizes que fazem as bruxas são maravilhosas! E ainda bem que vao por vias de intepretação diferentes!! Aposto que vao ser destaques ,pois ta na cara que as bruxas sao as protagonistas!! Viva JULIA!! Viva Charlize!

    ResponderExcluir