segunda-feira, 11 de junho de 2012

O antes e depois dos ídolos das boy bands

.
Eu juro que tentei fugir disso na minha vida. Passava por cima das notícias sobre eles no reader, ignorava quando ouvia algum trechinho de música deles no rádio/na internet, fazia a blasé e respondia algo tipo "nunca ouvi falar" quando alguém comentava sobre eles. Mas chega uma hora em que fingir que não sabe (ou não saber mesmo) sobre determinado assunto não te faz mais cool, te faz só mais desinformado. Então, vamos lá: vamos falar das novas boy bands.

Quer dizer, mais ou menos. Meio que eu já falei de umas 'boy bands' do momento aqui, mas hoje meu foco são outras: One Direction e The Wanted. Não sei de onde esses meninos surgiram, não sei qual foi o empresário maluco que resolveu, de uma hora pra outra, que era uma boa ideia reviver esse negócio de banda pop com meninos bonitinhos, mas sei que o negócio parece estar dando certo. Eles já estão fazendo shows em eventos importantes nos Estados Unidos, já estão saindo na capa da Capricho e o pior: já estão me deixando com suas músicas viciantes grudadas na cabeça.

 

"...but when you smile at the ground, it ain't hard to tell, you don't know-o-ow, you don't know you're beautiful" Vou confessar que a menina de 15 anos que ainda vive dentro de mim ia se derreter se ouvisse um menininho cantando isso pra ela. Sou carente? (x) sim (x) claro (x) vai se tratar

Eu não vejo problema algum no sucesso dessas bandas (claro que a qualidade da música é questionável, mas eu tenho mais o que fazer do que ficar questionando, certo?) e nem julgo as menininhas que gostam dos integrantes delas (afinal, aqui fala uma pessoa que gostava de ~Felipe Dylon~, vou julgar quem nessa vida, né, gente). Meu único alerta é que esses garotinhos de boy bands podem parecer umas coisinhas lindas hoje, mas, quando crescem, têm grandes chances de perder toda essa beleza e encantamento que Deus lhes deu e decepcionar suas fãs. Duvida? Então olha isso (cuidado, imagens fortes):

 De gatinho de boy band a todo estragado


E eu apresento a vocês a Vinnyzação do Nick Carter! Tudo bem que desde os Backstreet Boys ele já tinha um gosto duvidoso pra corte de cabelo, mas a pessoa que é dona dessa carinha de bebê e desses olhos verdes precisava errar tanto na vida a ponto de ficar a cara do Vinny (do Heloísa, Mexe a Cadeira)?? Minha suspeita pra esse desastre visual todo: dorgas. Muito triste se for isso mesmo #porraNick

De gatinho de boy band a pai de família


Taylor Hanson, que até outro dia tinha 13 anos e parecia uma menina, hoje, aos 29, é casado e tem quatro filhinhos! Nada contra essa conduta de vida e tudo bem que ele e os irmãos até que continuam se dedicando à carreira (e o estilinho dele melhorou muito), mas que fã aguenta, sem se abalar, a notícia que seu ídolo de infância já está esperando o quinto filho?? Eu acho que a gente devia fazer uma vaquinha e comprar uma televisão pra casa do Taylor, porque né...

De gatinho de boy band a presidiário (e escritor, ou seja, meio que não saiu da vida bandida :P)


Quem não se lembra de quando as boy bands estavam bombando lá fora e os empresários brasileiros espertchinhos resolveram ganhar um dinheiro em cima disso também? Foi nesse contexto que surgiu o glorioso Twister, com aquela música (mentira, aquela POESIA, risos) chamada Quarenta Graus. O vocalista, Sander Mecca, era um dos grandes enlouquecedores de fãs adolescentes do país, até que, cataploft, foi preso por porte de drogas (tornando-se, consequentemente, o maior boy lixo do país). Mas, depois de um ano e oito meses na cadeia, Sander saiu, formou uma nova banda (que nem eu, nem você, nem ninguém de respeito ouviu falar) e escreveu um livro, estilo "Memórias do Cárcere". Que também ninguém leu.

De gatinho de boy band a amigo gay


Imagina você ser apaixonada por um cantor de boy band, ficar se iludindo com as dancinhas e olhares sexy dele, pra num belo dia o limdo anunciar pro mundo todo que na verdade gosta da mesma fruta que você. Foi isso que fez o Mark do Westlife. Tudo bem que não dá pra colocar a mão no fogo por nenhum menininho desses, mas né. Seria mais bacana assumir a preferência sexual desde o começo. A gente já se ilude demais com os boys heteros, não precisamos nos iludir com os gays também #ficadica.

De gatinho de boy band a tiozão coxinha


Vamos analisar o curioso caso de Donnie Wahlberg, do New Kids on the Block. Como membro dessa que foi/é a boy band original, fazia sentido ele ter todo aquele estilo bizarro porém tendência nos anos 80/90. O que não faz sentido é, nos anos 2010, com mais de quarenta anos, ele querer manter o mesmo estilo, a mesma atitude! Abandonou a bandana (provavelmente porque achou que era so last season, so Axl Rose-quando ainda-era-pegável), mas ~atualizou o look~ com chapéu panamá e boné e acha que tá ahazando!! Desculpa, me chamem de antiquada aí, mas isso pra mim é coisa de tiozão que não se conforma que o tempo passou, é coxinisse, é coisa de quem não tem noção.

De gatinho de boy band a famoso quem?


Porque eu acho que, no fim, esse deve ser o maior temor das fãs e principalmente dos ídolos: sair de uma atmosfera de fama e estrelato pra voltar a ser um zé ninguém. Olha só o Matheus do Br'oz, que dó. O cara tá com um look muuuuuito melhor do que exibia em seus tempos de "Prometida", até casou com a Patricia do Rouge. Mas vamos falar a verdade, quem é Matheus na noite hoje, né? Por isso que não adianta ser só um rostinho bonito cantando e dançando no palco. Se não conseguir emplacar bons trabalhos na carreira, não dá pra se sustentar com as meia dúzia de fãs sem filtro que sobram =/

De gatinho de boy band a boy magia eterno em nossos corações <3


Pra não dar essa ideia de que o mundo está perdido, um consolo: Justin Timberlake. Ele não só ainda existe no mundo artístico, como ator ou como cantor vez ou outra (e mandando sempre bem, eu acho), como tá cada dia absurdamente mais lindo, mais irresistível, mais exemplo pra esses menininhos das boy bands atuais que querem ser alguma coisa quando crescerem.

Eu não sei se o resumo desse post tá mais pra "seria cômico se não fosse trágico" ou "seria trágico se não fosse cômico". Mas né, ficadica pra galerinha do One Direction e The Wanted se inspirar com os erros de deus antecessores e pras fãs deles não criarem tanta expectativa em cima dos garotos. Ó aí o que pode dar... ;P


6 comentários:

  1. kkkkkkkkkkk ... pra mim foi mais cômico do que trágico ... kkkkkkkkk

    Xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. morri de rir com isso!!! sensacional o post Fê! Parabéns, adoro o blog!
    bjjs

    ResponderExcluir
  3. ta maluca? o mais feio é esse filha da puta do timberlaker e diz q é o unico q nao ficou feio? a tenha do ne?

    ResponderExcluir
  4. O mais gato de todos é o Taylor, mesmo sendo pai de 5 filhos.

    ResponderExcluir
  5. Ridiculo teu comentario sobre a sexualidade do carinha do Westilife! Se ele ñ se assumiu homossexual antes foi pq não se sentiu a vontade, não havia se descoberto, ou se livrou do preconceito dele mesmo. São inumero os motivos. Creio que fã que é fã não se decepcionaria por conta da orientação sexual do idolo! Infeliz e um tanto preconceituoso teu comentário guria. Trabalhas com o público, deverias ser mais contida com as palavras! ;)

    ResponderExcluir