quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Spice Girls e o melhor dos girl groups

.
As Olimpíadas estão quase acabando e eu não fiz nenhum post sobre o assunto, porque, além de eu não ter a menor moral e conhecimento pra falar sobre esportes, não consegui pensar em nenhum gancho interessante que valesse um comentário mais aprofundado aqui. Medalha de ouro de falta de criatividade pra mim, muito obrigada.

Mas devo confessar que, se tem uma coisa que eu gosto mais que as Olimpíadas em si (tem coisa melhor do que sempre ter atrações esportivas diferentes toda vez que a gente liga a tv? óbvio que tem, mas vamos entrar no clima) são as cerimônias de abertura e encerramento das Olimpíadas! É entretenimento puro, e a abertura de Londres 2012, com toda aquela overdose de cultura pop, fez meu coração bater mais forte. Sou dessas, foi mal, esportistas.

Só tem uma coisa que me deixou #chatiada nessa abertura: cadêeee Spice Girls?? Teve Sir Paul, lindo como sempre, teve referência a Amy Winehouse. teve até o marido da Victoria, aquele deus, fazendo participação de honra, mas por que não teve Geri fazendo um revival de seu lindo vestido com a bandeira do Reino Unido. Certeza que se as meninas tivessem aparecido e mandado o clássico "Wannabe", a Rainha não teria ficado tão entediada.

Mas enfim, se em Londres não tem Spice Girls, aqui tem! Peguei toda essa minha indignação pra aproveitar e falar um pouquinho mais dos meus girl groups preferidos. =)


Acho que o que eu sempre amei mais nas Spice Girls é o fato de elas não só não rejeitarem como também já se apresentarem ao mundo com aquilo que a gente diz odiar, mas adora colocar nos outros: rótulos! Sendo uma a "baby", outra a "posh", outra a "ginger", outra a "sporty" e outra a "scary", elas incentivaram meninas do mundo todo a se inspirarem e se definirem nesses moldes também - o que nem sempre é uma coisa negativa, pode ser até bem divertido. Ou seja, jogada de marketing genial + figurinos sem noção + coreografias e músicas chiclete = como resistir?
A mais marcante: Wannabe, pleo amor de deus.
Ouça também: Say You'll Be There (minha preferida), Spice Up Your Life.

Destiny's Child


É falar de Destiny's Child e a galere só lembra da Beyoncé, mas na verdade o grupo jamasi teria tido tanto sucesso se Michelle Williams e Kelly Roland não compartilhassem com Bey os penteados estranhíssimos, os figurinos bizarros e os hits super feministas e ótimos pra cantar e dançar! Elas não eram só um grupo na formação, eram um grupo também nas letras de suas músicas.
A mais marcante: Survivor
Ouça também: Say My Name, Bootylicious

The Supremes


Se Elvis é o rei do rock e Madonna a rainha do pop (recalcados diriam que hoje ela é a tiazona né, maldade), então não tem como negar que as Supremes são as rainhas, deusas, gênias dos girl groups. E do Girl Power. Pode procurar, duvido que você ache grupos de garotas tão talentosas, tão a frente de seu tempo e com cabelos tão loucos e figurinos tão deslumbrantes quanto essas três aí.
A mais marcante: You Keep Me Hanging On
Ouça também: You Can't Hurry Love, Baby Love

The Runaways


As meninas do The Runaways provavelmente cuspiriam na minha cara se soubessem que eu estou aqui, em 2012, ainda tentando classificá-las como um girl group. Mas esse "rótulo" não tira a atitude rock delas que até hoje não foi superada por nenhuma outra banda só de garotas! Além de músicas ótimas e estilos incríveis, talvez o maior legado das Runaways foi servir de inspiração pra tantas outras mulheres (e homens também) que se meteram a fazer rock por aí.
A mais marcante: Cherrybomb
Ouça também: Queens of Noise, Rock 'N' Roll

Outros Girl Groups que não escapam do guilty pleasure de ninguém:

* TLC: uma cópia versão 1,99 do Destiny's Child, vamos admitir, mas vamos confessar também que é impossível ouvir No Scrubs e não ter vontade de cantar junto e fazer a dancinha da cabeça estilo Fat Family com o ritmo da música.

* Atomic Kitten: eu devia ter vergonha de vir aqui falar que conheci uma banda pela música que toca na abertura do filme Lizzie McgGuire - Um Sonho Popstar, mas olha, nem tenho. Essas meninas do Atomic Kitten têm umas músicas bem legaizinhas, tais como o cover de Tide is High (originalmente do Blondie), que Hillary Duff curte no filme, e If You Come To Me.

* Pussycat Dolls: É. Também acho a coisa toda meio vergonha alheia (as meninas usam batom snob, desculpa mas tô julgando) e meio piriguetagem, mas vai dizer que você nunca dançou Don't Cha na balada ou ouviu Stickwitu pensando naquele babaquinha que você era apaixonada? Been there, done that, né?

E depois desses ótimos exemplos de girl groupies, será que ainda rola ter esperança de um reencontro das Spice Girls no fechamento das Olimpíadas? #Soubrasileiraenãodesistonunca


4 comentários:

  1. Ficou satisfeita com o encerramento? kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Comecei a ler e depois que me toquei que esse post é de antes do encerramento! Hahaha, seus pedidos foram atendidos! O show não foi tãaaao maravilhoso assim, mas de qualquer jeito ver as Spice é foi demais!

    ResponderExcluir
  3. o seu post tava perfeito, até vc chamar o TLC "uma cópia versão 1,99 do Destiny's Child".... Oi? TLC ja tinha seculos de estrada e milhões de cópias vendidas antes do DC aparecer! deu mancada.

    ResponderExcluir
  4. I like the helpful information you provide in your articles.

    I will bookmark your blog and check again here regularly.
    I'm quite sure I will learn lots of new stuff right here! Best of luck for the next!

    Also visit my page Static eliminator

    ResponderExcluir